terça-feira, 10 de abril de 2012

Na minha mesa de cabeceira #1

Esta semana estou numa de reler os clássicos, e um dos meus autores favoritos de todos os tempos é o Prémio Nobel da Literatura, Gabriel García Marquéz! Quem não conhece, a sério, precisam de ler algo deste grande Senhor!

Um dos meus livros preferidos deste autor é "O Amor nos Tempos de Cólera", mas esta semana resolvi ler "Cem anos de Solidão".



Sipnose:
«Muitos anos depois, diante do pelotão de fuzilamento, o coronel Aureliano Buendía haveria de recordar aquela tarde remota em que o pai o levou a conhecer o gelo.» Com estas palavras - tão célebres já como as palavras iniciais do Dom Quixote ou de À Procura do Tempo Perdido - começam estes Cem Anos de Solidão, obra-prima da literatura contemporânea, traduzida em todas as línguas do mundo, que consagrou definitivamente Gabriel García Marquez como um dos maiores escritores do nosso tempo. A fabulosa aventura da família Buendía-Iguarán com os seus milagres, fantasias, obsessões, tragédias, incestos, adultérios, rebeldias, descobertas e condenações são a representação ao mesmo tempo do mito e da história, da tragédia e do amor do mundo inteiro.

Ainda não têm esta obra maravilhosa na vossa estante? Podem encontrá-la aqui!

C-ya next time,

A.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Opiniões Brilhantes